sexta-feira, 7 de março de 2014

Escrevo mal. Mas não me pagam para isso e no meu ofício o texto não há correta revisão. Não quero a poesia ou a prosa sofisticada , não escrevo para explicar porque explicar confunde, escrevo porque tenho vontade e tempo, se não o fizesse qualquer outro faria e o faria pessimamente. Não quero contar nenhuma distração só quero matar  matar o tempo e o tédio dessa hora de janeiro chuvoso sobre Brasília e paro agora mesmo porque cessou o meu desejo de escrever. 
Com amor profundo e rancor eterno, gostaria que por decreto do destino eu me esquecesse os dias felizes pra não sentir saudade e dos dias trises depois da partida pra não sentir rancor. Eu só te queria por mais tempo eu só queria te ver de novo... eu sinto tanto ciúmes... quando você vem pro lado de cá de novo?

sábado, 27 de julho de 2013

Ah eu vou mudar meu coração de lugar pra eu parar de sentir por ti
eu vou mudar
eu vou mudar essa decoração
mudar de casa
se tivesse dinheiro mudaria até de país
mas eu vou cortar meu cabelo
quero mudar o mundo inteiro
quem sabe assim tudo ao contrário,
essa sua indiferença se tornaria amor por mim?

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Anjos com fome

A saudade
Anjos negros esfomeados
olhos fixos
um passado.